Elo

Organização de Apoio à Adoção

Criando e Educando Filhos Adotivos – Luiz Schettini Filho

Criando e Educando Filhos Adotivos – Luiz Schettini Filho

Criando e Educando Filhos Adotivos – Luiz Schettini Filho

Adotar um filho significa assumir uma trajetória específica para concretizar uma filiação e constituição familiar. É um processo que abrange integralmente a pessoa em sua subjetividade, fundamentando-se em conteúdos racionais e emocionais. É uma decisão de ordem existencial, e como tal, requer uma vivência internalizada do projeto adotivo.

Do ponto de vista concreto e objetivo, a adoção é apenas uma forma diferente de se ter filhos, que não difere da filiação biológica no processo de criá-los e educá-los. Entretanto, se, por um lado, é um caminho possível, por outro, existem peculiaridades que fazem parte deste contexto, que não podem ser desconsideradas.

Ao nos oferecer “Pedagogia da Adoção”, o autor preenche uma lacuna bibliográfica importante. Com sua natural sensibilidade de pai adotivo, acrescida da sabedoria construída ao longo de quarenta anos de prática clínica psicológica, vasculha todos os meandros do processo adotivo, debruçando-se sobre as singularidades dessa trajetória.

Engana-se o leitor que pensa encontrar aqui uma apologia à adoção. O autor, com muita propriedade, trata de questões básicas sobre a adoção de filhos, mas, também, corajosamente, aborda assuntos doloridos e contundentes, tais como “A impotência e a filiação adotiva”, “As virtudes e defeitos do filho adotivo”, “As dores e os prazeres da adoção”, entre outros. São reflexões importantes que gravitam em torno do enfoque central, a criação e a educação de filhos adotivos na sua forma incomum de inserção nas relações parentais. A abordagem, num enfoque psicológico e pedagógico, pretende oferecer alternativas de convivência familiar dentro de um contexto educacional adequado.

Ao longo de suas considerações sobre a singularidade da filiação adotiva, o autor refere-se à similitude como indicador da diferença, ou seja, os filhos adotivos, como todos os filhos, percorrem o caminho da semelhança e, por isso, são também marcados por suas diferenças. No caso dos adotivos, a sua diferença histórica não deverá ser relacionada com estados de insuficiência ou de deficiência.

Em “Pedagogia da Adoção”, o autor nos ensina a delicadeza dos processos pedagógicos. Não existe uma pedagogia fixa e imutável aplicada a pessoas que, por sua natureza, são singulares. Há, sim, pedagogias, que levam em conta não somente as marcas das diferenças como também os momentos individuais de desenvolvimento. As pedagogias são ações artesanais e o espaço pedagógico é construído nas interações do cotidiano. É na relação com os filhos que são identificadas as estratégias adequadas a cada um deles, sendo as mesmas resultantes da nossa forma amorosa de convivência. Nas palavras de Schettini, “criar e educar sem amor e ternura é como tentar uma cirurgia sem os necessários anestésicos. Chamaríamos a isso de violência educativa”.

Suzana Sofia Moeller Schettini
Mestre em Psicologia Clínica

 

FICHA TÉCNICA

Autor(es): Luiz Schettini Filho

ISBN v. impressa: 978853626874-3

ISBN v. digital: 978853626928-3

Edição/Tiragem: 3ª Edição

Acabamento: Brochura

Número de páginas: 94

Publicado em: 23/05/2017

Área(s): Literatura e Cultura – Adoção; Psicologia – Família e Adoção

Fonte: Juruá Editora – Pedagogia da Adoção – Criando e Educando Filhos Adotivos – 3ª Edição, Luiz Schettini Filho

eloadocao

LIVROS

No description. Please update your profile.

You must be logged in to post a comment

Gostou?Então compartilhe :)

%d blogueiros gostam disto: